was successfully added to your cart.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Muitas organizações ainda encontram dificuldade de engajar o público e arrecadar doações para o terceiro setor. Ao entrar em contato sempre com a mesma base de contribuidores e afiliados, o retorno vai se mostrando cada vez menor. Por isso, temos que procurar novas formas de entreter o público já existente e atingir cada vez mais pessoas.
Com o crescimento da internet, muitas ONGs já apostam na mala direta via e-mail. Entretanto, temos a disposição muitos outros recursos digitais para otimizar o reconhecimento de um projeto e maximizar o engajamento.

Redes sociaisAdapte seu site para celular

Muitas ONGs ainda não sabem a importância de ter conteúdo mobile. O uso de celular e/ou tablet já ultrapassou o uso do computador, devido a acessibilidade. Adultos gastam pelo menos 162 minutos – quase 3 horas – por dia em seus aparelhos mobile. Além disso, a taxa de cliques (pessoas que clicam em anúncios) também é maior em celulares e tablets.

Com a correria do dia-a-dia, fica cada vez mais difícil que as pessoas encontrem tempo para assistir televisão ou ouvir rádio e, com a chegada de Netflix e Spotify, o número diminuiu mais ainda. Com isso, a internet vem se mostrando a melhor alternativa, porém, muitas pessoas usam o computador somente no horário de trabalho e, durante o tempo livre navegam pelo celular ou tablet. Porém, pouquíssimas organizações ainda utilizam esses meios.

Defina seu público

Antes de planejar qualquer ação e estratégia, saiba quem você quer atingir com elas. Segmente o público de acordo com algumas características para identificar quem será mais receptivo em relação a campanha.

Existem vários jeitos de obter essas informações sobre os usuários. Uma simples “pesquisa” pode incluir sexo, idade, ocupação, nível de educação, etc. Depois de identificar os dados demográficos, divida o público em categorias: animais, artes, crianças, meio ambiente, saúde e por aí vai. Assim, cruzando os dados, ficará mais fácil de descobrir a melhor rede social/canal, o melhor horário e o melhor formato de abordagem para cada público.

Planeje como será a divulgação

Depois de identificar sua audiência, procure parceiros que abracema causa do seu projeto e que possam agregar outra base de contatos. Depois que a ideia principal sobre como vai ser feito o engajamento estiver certa, pense em como realizá-la. Estude quais são os melhores formatos de conteúdo em cada canal. Banners, imagens e vídeos chamam a atenção melhor do que textos.

 

Ainda é possível testar vários formatos de abordagem para descobrir qual é o mais efetivo. Com as ferramentas de métricas disponíveis atualmente, podemos ver o que é mais eficiente para repeti-lo e otimizar o engajamento do público de uma forma simples e barata, já que as ONGs têm pouca ou nenhuma verba para comunicação.

Criar campanha de captação!

Leave a Reply